segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Porta fechada




E o interruptor estragou! Escuro e frio. Ele fica ali no canto, de pernas juntas e dobradas. Ele as abraça. Porque é o que tem pra abraçar. São elas o seu consolo. E se joga nelas. E as ama, porque só as tem pra amar.


Não há janela e, na verdade, se há, não dá pra achá-la. Tá tudo triste.


A porta está fechada há anos. E por dentro. Para ele ficar ali.. no canto.. em paz... com suas pernas.


Não dá pra olhar para o lado, não vê nada em cima, mas se acostumou com isso. De vez em quando, inventa de querer, de sonhar de sair, de voar, de ver por uma janela. Mas está cego. E triste. E parado. Só anda em pensamento.


Não vive o que devia. Se tranca. Não faz como queria, só sonha. Só imagina.


E o pesadelo é o que lhe resta de concreto, mas não tem mais medo, porque no escuro só tem ele e suas pernas. Ninguém vai aparecer....nem fantasma... porque ele trancou por dentro.

8 comentários:

Mr. Ziggy disse...

Trancar-se por dentro � algo imensamente perigoso. Isso nos impede de evoluir, de viver, de ser feliz.

� engra�ado que esse cara faz exatamente o oposto de Paulo, pois este, mesmo preso, servia a Deus, contribuia no crescimento do Reino escrevendo as cartas para os povos, evangelizando-os e repassando as coisas que o Esp�rito de Deus lhe ensinava. Ele era livre.

Comparando ambos os casos, a pergunta que me fica � pra que viver, se formos med�ocres?De que vale a pena viver trancado no escuro, abra�ando as pernas se l� fora h� tantas urg�ncias?

�, Babi, seu texto trata de coisas muito importantes! Amei as met�foras! Que todos possam refletir sobre isso...

Bjos!

:: Daniel :: disse...

Olá!

Primeira visita aqui e gostei muito.

Belo texto sobre o velado. O blog funciona um pouco como o buraco da fechadura, né? O meu, pelo menos, eu uso pra desaluviar um pouco o clima de "quarto trancado".

Depois aparece lá.

Beijos,
Daniel

Alberto Vieira disse...

Oi Barbara! Me identifiquei bastante com o texto!


abração

Filipe Garcia disse...

É muito triste trancar-se dentro de sim mesmo. Já passei por isso, a experiência não é nada boa. Ainda não sei se realmente encontrei a chave, acho que a cada dia me destranco de um quarto diferente.

você soube expressar minha alma, minha lama.

beijo

Flávia Andrade disse...

Babi...
o que você disse é verdade.. ainda mais quando se percebe que trancado não precisa ter mais medo, afinal só tem você. Mas, esse deveria ser o maior medo... estar só.
Fica com Deus!
love u!!

Rafael disse...

Tanta coisa trancada dentro de uma pessoa só. Que solidão e frio.

Gostei da sua escrita também. Voltarei. ;D

Fernando Locke disse...

O terreno mais dificil de ser explorado: nós! muito bom! belas metáforas! historia inteligente e com moral! trancar-se por dentro, que nem um fantasma possa chegar, muito bom! abraço!

Fernando Locke disse...

ora, Mto obrigado! seu blog tbm está mto bom! vc tem talento! tem futuro! grande abraço!