quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Perdi


Queria escrever sobre a pipa e a flor, as do Rubem Alves.
Mas é que hoje eu perdi.
Perdi alguma coisa importante que não acho de jeito nenhum nessa bagunça.
Não encontro.
Era pequeno, mas tinha um valor enorme.
Cadê?
Como cachorro cavando a terra pra desenterrar o osso, farejando, caçando.
Ansiedade.
Tristeza.
Desespero.
Onde é que está, meu Deus?
Tem tanta coisa aqui nesse baú. Algumas insignificantes, outras preciosas.
Acho que perdi a mais valiosa.
Acho que me perdi. Não sei mais onde é que está o meu ser.
Perdi a mim mesmo.
Onde é que está o que eu acredito?
Onde é que ficou o meu ser?
Meu coração se foi?
Com tanta dor, a procura goteja no baú
Escorre... vermelho latente
e dos olhos, transparente
Com muita dor reconheço... perdi a mim no meu próprio baú.

11 comentários:

Gustavo Bianch disse...

Lembrei-me da canção Via Lactea do Renato Russo.

Ah, chorar com os que choram qnd os olhos já estão úmidos é mais fácil. Prefiro então esperar pra me alegrar com os alegres qnd o sorriso vier - mesmo que derradeiro.

Bjos

Alberto Vieira disse...

oi barbara!

gostei do texto bastante!

so achei uma coisa engraçada.

qndo li o trecho, primeiramente li este trecho assim:

Com tanta dor procuro pinga no baú

rssr auhua

desculpe... :)

Gustavo Bianch disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gustavo Bianch disse...

Alberto, freud explica isso mto bem. Segundo ele, os lapsos são escapes que o inconsciente libera - através da linguagem - nossos mais reprimidos desejos.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

eden disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jaya disse...

Me lembrou um texto que li no blog "Lucania", onde falava de arrumar os nossos "quartos". Da bagunça. (Des)organização.

Perder-se, reencontrar-se. Sina nossa, Bárbara. Sina nossa.

Bonitas tuas palavras!

Meu beijo.

P.S.: Sobre a pinga. Li igual a Alberto, ali em cima. Huhuahauhua. Sei lá o que é isso! Outro beijo.

Bárbara Matias disse...

kkkkkkkkkkkkkk....
acho que vou mudar um pouquinho a frase pra ver se passa outra impressao...kkkkkkkk
ri mto disso!!

bjim

Bárbara Matias disse...

e agora???
melhorou??? =D


rsrsrsrs

Filipe Garcia disse...

Ei! Essa imagem eu usei num texto antigo meu: Porão de entulhos, lembra? E, pensando bem, sua poesia até se assemelha ao que eu escrevi lá. Conhecendo você, Bárbara, sei dessa sua agonia - tão próxima da minha - em encontrar coisas já perdidas ou que vão se perdendo sabe-se lá por que.

Poesia lida, apreciada e muito gostada, rs.

Beijo.

P.S.: Precisamos marcar Imagem & Ação, hehehehe

Raíssa Murta disse...

Sei como eh esse sentimento....












... De procurar pinga no baú...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.....hauahuaahuahau...
Rachei de rir Alberto!!!

Thábata disse...

Apesar da Raissa ter causado uma polemica gde sobre procurar a pinga no baú, so gostaria de fazer um adendo...
O texto eh mto bonito!!!