segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Para você


O relógio conta um pouco afobado
a vinda de você
e eu me contendo nos passos
Mas a pressa me invade
E a areia dessa praia esbranquiça,
se dissipa.
Que mar revolto!
Que lua murcha!
Onde se foram as estrelas?
Até meu céu respira a urgência...
Amar e querer.
Tenho em mim a mais nobre saudade!

6 comentários:

Ivny disse...

oi lindinha!

Que bonito isso...tudo tão belo...rs

bjo!

Gustavo Bianch disse...

"E o amor é lindo deixo
Tudo que quiser eu não me queixo em ser"

Lindo como seu sorriso! rsrs

Bjos!

Renato Luiz disse...

Muito bom!!!!!
Que esse sentimento nobre tome conta de vc... por inteira!!!!!!
Abraço...

Alberto Vieira disse...

oi Barbara!

Belo texto,
bela expressão!


bj

Jaya disse...

Bárbara,

Me lembrou Quintana, dessa vez. Pela leveza, pelos encaixes e pelo tema.

[Me vi dizendo uns versos desses, moça].

E eu adorei a nova cara do blog, viu? Fofa demais!

Te beijo, com carinho.

Kari disse...

Que lindos versos...
Ah! A saudade...
É sempre nobre quando sabemos que acabará logo...

Abraços