terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Em mim



"Retirei-me um pouco do mundo
Vim aqui me ver no espelho
A falta alcançou meu peito:
- Olá! Alguma coisa mudou?
- Ah.. Conheci um... Vivi vários...
É.. me desculpe, falta-me palavras. Não sei explicar.
Sei sentir, embora nao possa medir
É mais que melancolia
Não é aquela tristeza fria
Não me abate a alma
e nem escurece as vistas
É que a minha felicidade apareceu de repente
Veio e me fez sorridente.
- Sinto sua falta.
embora te veja em todos os lugares
embora sua vivacidade esteja latejante em meu peito,
emboras..."

9 comentários:

Gustavo Bianch disse...

Sentia falta das suas belas palavras aqui.
Sinto falta de vc aqui.
Embora eu saiba q vai passar!
=D
Bjo doce

Ivny disse...

Lindo Babi...
tá se tornando uma das minhas poetas preferidas...=D
bjo!

Liz disse...

a gente entra aqui pra ler alguma coisa.. de repente encontramo-nos com um sentimento agradável, como se você encontrasse por nós e colocasse em palavras.. gostei do poema.
bjos

Filipe Garcia disse...

Ficou bonito aqui, hein??

Volto pra comentar com calma o texto que li rapidinho.

beijo

Renato disse...

Muito lindo!

Jaya disse...

"Tua ausência fazendo silêncio em todo lugar..."

Lembrei isso.

E deixo um abraço.

Beijo, Bárbaraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

lucas rolim menezes disse...

Oi querida!
Concordo com a ivny...
Suas poesias tem se tornado singulares, apesar de "singulares" estar no plural rsrs

Pra falar a verdade, me sinto totalmente honrado em estar rodeado de amizades criativas, inspiradas e inspirantes, que me completam...
Beijo e até mais

Gustavo Bianch disse...

amor, escreva alguma coisa aqui.
É ruim não ler vc sempre.
e reler sempre os mesmos textos não tem o mesmo efeito! ;)
Bju

Ronni disse...

Eu diria, tocante!
Caberia um Parabéns?!
^^

Paz!